O 6º Batalhão/PMAC está na net.

Este blog foi criado para dinamizar a comunicação entre o 6º BPM e a sua tropa, bem como para divulgar o que está ocorrendo na nossa Policia Militar e em especial no nosso Batalhão de Cruzeiro do Sul-Ac. Sejam bem vindos.


Vídeos Policiais

Loading...

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Salário: Negociação com policiais militares inicia na próxima semana

04/05/2011 06:44 - Atualizado em 04/05/2011 06:57
 
Calendário de negociações se inicia na próxima semana e será divulgado pela Secretaria de Fazenda
Policiais Militares exigem negociação salarial urgentemente/Fotos:Gleison Miranda
Policiais Militares exigem negociação salarial urgentemente/Fotos:Gleison Miranda
Os militares serão a primeira categoria a sentar com o governo do Estado para as negociações anuais de reajustes. O calendário de negociações será divulgado na próxima segunda-feira, 9, pelo secretário de Fazenda, Mâncio Lima Cordeiro, que fará uma exposição sobre a economia estadual e as limitações impostas pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

“Na verdade, essas negociações já foram iniciadas e o comando já recebeu uma pauta de reivindicações que contém, inclusive, uma tabela de melhorias salariais elaboradas pela associação que representa os militares. Na próxima segunda-feira o governo anuncia o calendário, e na quarta-feira os militares serão os primeiros a serem acompanhados nesse processo”, disse o coronel José Anastácio, comandante da Polícia Militar.

Os comandos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, junto com o Gabinete Militar, a pedido do governador Tião Viana, serão os responsáveis por conduzir as negociações e intermediar todo o processo entre a associação dos militares e a equipe econômica.

Segundo o coronel Flávio Pires, comandante do Corpo de Bombeiros, a principal reivindicação é a reposição salarial com as perdas do período e ajustes para algumas graduações que se sentiram prejudicadas nas negociações anteriores.

“O governador Tião Viana está muito sensível a todas as reivindicações do funcionalismo, de todas as categorias, e fará o possível para atender o que for reivindicado, mas ele não pode ser irresponsável e precisa agir dentro das limitações que estão impostas pelas leis e pelas condições econômicas do Estado”, explicou Pires.

Tião Viana já autorizou a contratação de 143 policiais militares. Serão convocados os candidatos aprovados no último concurso e que integram o cadastro de reserva.

Também foi autorizado concurso para o Corpo de Bombeiros e o edital deve sair ainda neste semestre. O efetivo do Corpo de Bombeiros é de 341 homens e o da Polícia Militar ultrapassa os 2,6 mil homens.

A Associação de Militares se prepara para uma manifestação nesta quarta-feira, 4, mesma data do manifesto de 2009, quando policiais militares fecharam uma das principais ruas da cidade durante várias horas do dia.

“Nós esperamos que a manifestação seja pacífica, embora já tenhamos sentado com as associações, recebido o documento de reivindicações e a primeira rodada tenha data marcada para a próxima semana.

Nós, apesar de estarmos no comando, não deixamos de pertencer à categoria e sabemos que essa negociação é necessária e justa. Agora, todos os militares conhecem a legislação e os estatutos militares e sabem também o que não podem fazer. Um militar em serviço, por exemplo, não poderá participar”, disse o coronel Pires.

"PM´s serão atendidos pelo governo", garante Tião Viana
"PM´s serão atendidos pelo governo", garante Tião Viana

Nenhum comentário:

Postar um comentário