O 6º Batalhão/PMAC está na net.

Este blog foi criado para dinamizar a comunicação entre o 6º BPM e a sua tropa, bem como para divulgar o que está ocorrendo na nossa Policia Militar e em especial no nosso Batalhão de Cruzeiro do Sul-Ac. Sejam bem vindos.


Vídeos Policiais

Loading...

sábado, 10 de dezembro de 2011

Proerd certifica 435 estudantes em Cruzeiro do Sul

Programa já certificou 82 mil estudantes no Acre desde 1999
 
A Polícia Militar (PM), em parceria com a Secretaria de Educação e Esportes (SEE), diplomou hoje de manhã 435 estudantes, de 18 escolas de Cruzeiro do Sul, no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). Em clima de festa centenas de estudantes professores, pais de alunos e militares prestigiaram o evento que aconteceu no Ginásio Jáder Machado.
O Proerd iniciou no Acre em 1999 e até 2010 conseguiu certificar cerca de 82 mil alunos em todo o Estado. Em Cruzeiro do Sul, o programa aconteceu pela primeira vez em 2001, mas foi interrompido até 2010, sendo reiniciado em 2011. O major Alves comandante da PM em Cruzeiro do Sul disse estar muito feliz com o desempenho do programa neste ano na região do Juruá que alcançou a certificação de 1.100 alunos. 
O major exemplifica: na noite de ontem aconteceu mais um homicídio envolvendo a questão do tráfico de drogas na cidade, daí a importância de um programa como o Proerd que visa a proteção dos jovens e crianças. Ele elogiou o comandante da PM, Cel. Anastácio, o responsável pela reativação do programa no Juruá.
“Estamos próximos de países produtores de drogas e a situação geográfica com muitos igarapés e varadouros na floresta facilita o transporte de drogas; assim o Proerd tenta minimizar o problema, com a melhoria do relacionamento entre a PM e a área estudantil e a conscientização das novas gerações”.
Segundo o major, o crack ainda não apareceu em Cruzeiro do Sul, mas a pasta base de cocaína já é problema há muito tempo. Ele disse que a maior dificuldade é identificar o tráfico de cocaína; a pasta base, por ser utilizada com cigarro ou maconha é mais fácil de ser descoberta porque causa fumaça e cheiro.
 O coordenador de Educação em Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima, se disse satisfeito com a parceria com a PM: “Este é um trabalho de prevenção bonito que a PM faz e nós da SEE entramos na parceria porque acreditamos que as grandes transformações passam pela educação. A gente precisa prevenir as crianças”.  Segundo Zequinha, o trabalho alcançou neste ano 18 escolas, mas no ano que vem a intenção é atingir mais escolas “para evitar o consumo de drogas e bebidas alcoólicas”.
Professores e alunos gostaram da iniciativa
 
A professora Maria Adila Nogueira Clemente, da Escola Antônio de Barros Freire, considera fundamental preparar as crianças: “Quando crescerem, elas terão consciência dos problemas que as drogas causam e terão mais chance de evitar. O programa é excelente e deveria chegar a todas as escolas, pois dá muitas informações sobre os problemas que as drogas causam tanto no sentido físico quanto no psicológico, além de desestruturar as famílias”. A professora ainda aponta mais um ponto positivo: “As crianças gostam muito do Proerd”. 
O estudante Paulo Davi Souza de Oliveira demonstrou que aprendeu: “Gostei das aulas porque eles incentivam a gente a não usar drogas. Drogas fazem mal à saúde e matam” – disse.
Aluno Daniel Barbosa Maia: “Aprendi a não usar drogas e ensinar o que já passaram para mim. Não tenho vontade de usar drogas, porque elas fazem muito mal e podem até matar” – disse.
Aluna Rute França: “Gostei do curso. Ele ensina a gente a ficar longe das drogas. É muito importante todas as crianças ficarem longe das drogas. A gente vê na televisão muitas crianças se drogando. O Proerd é muito legal, ele ensina muita coisa boa. Eu nunca vou usar droga”.

http://batelaodojurua.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário